Aparelho de contenção fixo e móvel: quais as diferenças e quando usar

Atendimento por Whatsapp

Os aparelhos de contenção são grandes aliados de quem está em busca de um sorriso mais alinhado. Isso porque, ao terminar o tratamento ortodôntico, você precisa deste passo final. Eles são utilizados com o objetivo principal de conter os dentes, o que irá garantir os resultados de alinhamento pelos quais você tanto almejou.

Mas embora seja altamente recomendável, ainda há muitas pessoas que dispensam o tratamento e acabam perdendo todo o investimento de tempo, dinheiro e paciência que foram despendidos até aí. Isso não pode acontecer.

E ainda há uma série de dúvidas sobre qual a melhor opção: fixo ou móvel? Quais as diferenças entre eles? E quando usar cada um?

Estamos, na verdade, falando sobre a manutenção do seu tratamento ortodôntico. E ela é importante sobretudo no primeiro ano após a retirada do aparelho fixo. Essa orientação é feita porque nesse período as chances de movimentação dentária – chamada de recidiva – são muito altas, já que as fibras que dão sustentação aos dentes são elásticas e possuem memória. No momento em que elas não encontram mais o bloqueio antes criado pelo aparelho para fazer com que seus dentes ficassem na posição correta, acabam lembrando o posicionamento antigo dos dentes, fazendo com que eles voltem a ficar desalinhados.

Mas isso acontece para sempre? Não. Para que os dentes fiquem no lugar o organismo precisa repor as fibras de sustentação. Embora isso leve algum tempo, acontece. Durante esse período, contamos com o apoio do aparelho de contenção.

Aparelho de contenção fixo

O tipo de contenção fixa é aplicado para utilização permanente ou semipermanente do aparelho. Ele fica na parte posterior do dente, em pontos estratégicos selecionados após o profissional analisar quais dentes estão mais suscetíveis à movimentação. Geralmente, são os da frente, na arcada inferior.

Na contenção fixa, o profissional irá utilizar um fio de aço bastante fino colado na face interna dos dentes. Ele não poderá ser visto e permitirá que os dentes se mantenham na posição correta.

Na hora de higienizar, cuidado com o fio dental: utilize algum de ponta rígida para conduzir o fio entre os dentes e por baixo da contenção. Mas não dispense o uso.

Aparelho de contenção móvel

A contenção móvel, que também é chamada de removível, é conhecida por ser uma opção mais prática e também higiênica para quem utiliza. Isso porque pode ser removida para a alimentação.

O aparelho de contenção móvel é apoiado aos dentes e à mucosa da boca. Ele é colocado tanto na arcada inferior quanto na superior.

Neste caso, é preciso higienizar o aparelho toda vez que ele for retirado da boca. A limpeza pode ser feita com escova e creme dental. Lembrando que não basta apenas deixá-lo parado em solução de bochecho – a limpeza com a escova é realmente importante.

Restaram algumas dúvidas a respeito dos procedimentos de contenção? Entre em contato com nossa equipe. Teremos muito prazer em encontrar a melhor opção para o seu caso.