Restauração e obturação: Qual a diferença?

Atendimento por Whatsapp

Embora semelhantes, estes procedimentos bastante comuns têm finalidades distintas e importantes. Saiba a diferença entre restauração e obturação.

Essa dúvida é presença confirmada nos consultórios da Clinodente. Também pudera: é muito fácil confundir as finalidades de restauração e obturação.

Entretanto, ao contrário do que muita gente pensa, a grande diferença entre os procedimentos não está apenas no quesito estético.

É preciso considerar uma série de fatores. Obviamente, caberá ao dentista a indicação do tratamento mais adequado. Para facilitar seu entendimento, a gente explica um pouquinho:

O que é a restauração dentária?

Em geral, a restauração é mais simples que a obturação e é indicada para os pacientes que tiveram a coroa dentária (região mais exposta do dente) prejudicada por ação de cárie ou traumas, como a quebra de um pedacinho do dente.

Todo mundo já ouviu falar em alguém que tenha quebrado uma pequena parte ao morder o milho da pipoca.

Em casos como esse, se for mesmo um dano superficial, diagnosticado por um dentista após exame de raio X, a restauração resolve.

Para reconstruir as partes externas danificadas dos dentes, no consultório, o dentista aplica uma resina, material com coloração semelhante à dos dentes naturais.

O objetivo é solucionar o problema e devolver ao dente seu aspecto habitual, como se o dano nunca tivesse existido.

E a obturação?

Ao contrário da restauração, que soluciona problemas menos invasivos, a obturação é um procedimento complexo.

Consiste no tratamento de cavidades que surgem a partir de cáries ou lesões mais complicadas, as quais podem afetar a polpa e o nervo dos dentes.

Sua principal função é resolver o problema, devolvendo a forma e a função de dentes afetados.

Esta reparação dentária, realizada no consultório odontológico, pode ter uma série de etapas, mas normalmente é realizada da seguinte maneira:

Você leu “restauração” no item 4 porque as técnicas podem ser combinadas.

Durante o tratamento de canal, o dentista irá realizar ambos os procedimentos: inicialmente, é realizada a obturação nas regiões afetadas. Depois, ocorre a restauração do dente.

Para entender melhor, a gente explica de maneira bem simples: a obturação trata dos problemas internos.

Portanto, uma vez que o dente tenha sido “aberto”, é necessário “fechá-lo”: papel da restauração.

Cuidados prós procedimentos são fundamentais

O sucesso de um tratamento odontológico também depende muito dos cuidados realizados pelo paciente em casa.

Sempre depois de procedimentos como a obturação e restauração , é fundamental:

  • Mastigar devagar e sem pressionar muito a região tratada;
  • Evitar o consumo de alimentos muito duros, frios e quentes;
  • Higienizar com frequência e de forma delicada;
  • Comparecer às consultas e seguir à risca as recomendações do dentista.

Ainda restaram dúvidas? Não sabe qual seria o método mais assertivo para você? Vamos tratar disso pessoalmente! Contate-nos agora para agendar uma avaliação sem compromisso. Os dentistas da Clinodente estão à espera para diagnosticar o tratamento adequado para o seu caso.

Preencha seus dados e prossiga x