O que causa o mau hálito? Saiba como tratá-lo

Atendimento por Whatsapp

Não é uma situação rara: muito provavelmente, em algum período da vida todos nós teremos mau hálito. Às vezes, pode acontecer, dependendo da alimentação que temos. Contudo, também pode tornar-se um problema sério, que exige tratamento. E que pode ter diversas causas, das mais comuns às mais inóspitas.

Aqui, vamos esclarecer as possíveis razões para a presença de mau hálito e orientá-lo sobre como tratar esse problema que pode vir a ser tão inconveniente, tanto para quem sofre com ele quanto para as pessoas ao seu redor.

Siga conosco e, se surgir alguma dúvida, entre em contato.

O que pode causar a halitose?

Também chamado de halitose, o mau hálito é um odor bucal que não se classifica como uma doença, mas sim como um possível sintoma de que algo não está certo em seu organismo.

Via de regra, não conseguimos sentir nosso próprio mau hálito. Se você for amigo de alguém que possui, é melhor orientá-lo a buscar tratamento.

Quais são as principais causas do mau hálito?

Na maioria dos casos que observamos, o mau hálito é causado por alguma questão bucal mesmo. O índice de situações que se encaixam nesse cenário é de cerca de 90%. Os demais são o que chamamos de causas extrabucais.

No primeiro e maior caso, ou seja, o de doenças bucais, é muito comum que haja a presença de uma camada de placa bacteriana branca ou amarela na língua, conhecida como suburra lingual. Outra situação não rara é a doença periodontal, que se classifica como uma inflamação das gengivas.

Mas há outros motivos, como miíase, estomatites, excesso de tecido conjuntival, cáries, abcessos, ou, em casos muito mais raros, câncer de boca.

Quando falamos em razões extrabucais para o mau hálito, o diabetes, a hipoglicemia e o jejum prolongado são os principais motivos. Além disso, há algumas doenças do fígado, intestinos e rins ou até a própria ingestão de alimentos com cheiro forte, que aí traz o mau hálito episódico.

É preciso citar que alguns fatores contribuem para o mau hálito: infecções na garganta, tabagismo, depressão, consumo de álcool, redução do fluxo salivar por algum motivo e respiração pela boca.

E como podemos tratar o mau hálito?

Antes de qualquer coisa é preciso garantir uma higiene bucal impecável — e isso vale para qualquer pessoa, não só para aquelas que apresentam mau hálito. A suburra lingual que citamos acima está amplamente associada a esses quadros. Ela reduz a produção da saliva, deixa a boca seca e provoca o mau hálito. Porém, pode facilmente ser controlada com uma higiene adequada da língua.

Mas se o mau cheiro persistir, é preciso estar ciente de que ele é, como apontamos, uma consequência de algo que anda errado em seu organismo. Não adianta mascarar o problema com goma de mascar ou enxaguante bucal.

Faça uma boa escovação e capriche na utilização de um limpador de língua e do fio dental. Complemente seu cuidado também observando sua alimentação, se livrando dos maus hábitos e apostando no uso de enxaguante bucal como medida para evitar o odor. Porém, se você já está nesse quadro, é muito importante que busque a orientação profissional de um dentista para conferir se está tudo ok e como você irá tratar do problema.

Preencha seus dados e prossiga x