Qual o valor do aparelho dentário?

Atendimento por Whatsapp

Se algum tempo atrás o valor do aparelho dentário assustava, hoje em dia iniciar o tratamento ortodôntico ficou muito mais fácil!

O aparelho dentário ou ortodôntico é o tratamento indicado para realinhar os dentes, corrigindo eventuais problemas e deixando o sorriso de cinema!

Seja qual for o motivo (estético ou funcional), o profissional ortodontista é o responsável pelo tratamento no consultório.

É ele quem irá verificar a necessidade do tratamento, em geral quando o paciente apresenta um destes problemas:

Mordida: ela pode ser cruzada, cruzada do tipo anterior, sobre mordida e aberta.

Desvio da linha mediana: quando o centro dos dentes superiores não está alinhado ao dos dentes da arcada inferior.

Apinhamento: o popular “dente acavalado”.

Diastema: quando há um grande espaço entre os dentes.

Uma vez detectado o problema do paciente, haverá uma indicação de aparelho mais adequado (existem vários tipos). Lembre-se sempre: cada caso é um caso e sua especificidade merece atenção única.

Colocar aparelho é caro?

Há alguns anos, a resposta seria “sim”.

No entanto, com a alta demanda e as novas tecnologias que objetivam à melhora do sorriso, os valores ficaram mais em conta, já sendo possível realizar um bom tratamento a preços que cabem no bolso de qualquer um.

É importante lembrar (claro!) que para resultados satisfatórios, é imprescindível procurar profissionais capacitados e verificar a reputação da clínica ou consultório.

Aquele ditado de que o barato pode sair caro é verdade absoluta na odontologia.

Por se tratar de um tratamento longo e composto por várias etapas, o ideal é que o paciente faça um planejamento financeiro antes de colocar o aparelho.

Dividimos as principais fases para você entender melhor:

1ª etapa: avaliação

Algumas clínicas podem cobrar, mas, em geral, a avaliação costuma ser gratuita.

Nela, o ortodontista vai diagnosticas qual o tratamento mais adequado.

É uma conversa inicial em que o paciente vai ter um panorama sobre seu problema odontológico.

2ª etapa: documentação odontológica

Antes de colocar aparelho, o paciente passa por moldagem e um exame de documentação ortodôntica, geralmente realizado em clínicas radiológicas, a fim de se observar o problema em detalhes.

Os custos da chamada “pasta” costumam variar conforme o aparelho escolhido e em função do contrato firmado junto à clínica, a chamada taxa de adesão, mas partem de aproximadamente R$ 100.

Existem algumas clínicas que não cobram, mas fique atento, este custo – e muito mais -, pode ser cobrado nas mensalidades mais altas.

3ª etapa: aparelho ortodôntico

Existem vários tipos de aparelho fixo.

Os mais comuns são o estético, confeccionado com bráquetes de porcelana de cor idêntica à do dente, e o metálico, opção mais barata.

Ambos, no entanto, apresentam a mesma eficácia.

Algumas clínicas já consideram a colocação do aparelho como sua primeira manutenção, conforme preços aproximados a seguir.

4ª etapa: manutenções

Nenhum tratamento ortodôntico será eficiente se não forem feitas as manutenções mensais.

Esta visita regular ao dentista para ajuste do aparelho tem custo que varia conforme o aparelho.

Para os metálicos, o valor parte de R$ 80. Já para quem faz uso do aparelho estético, a manutenção parte de R$ 150.

A Clinodente é especialista em aparelhos dentários, tendo realizado mais de 300mil tratamentos.

Quer conhecer nossos valores?

Entre em contato por aqui

Pare de adiar seu tratamento! Contate já a Clinodente e agende sua avaliação!

Preencha seus dados e prossiga x