Quanto tempo dura o tratamento ortodôntico?

Atendimento por Whatsapp

Antes mesmo da instalaçãodo aparelho, os pacientes já querem saber qual será a duração do tratamento ortodôntico. Mas será que é possível prever?

Se você usa, já usou ou conhece quem está com aparelho nos dentes deve ter reparado que ele é planejado para atuar por um bom tempo no sorriso. “Quanto tempo dura o tratamento ortodôntico?” é uma pergunta clássica nos consultórios dos ortodontistas nas clínicas Clinodente de Canoas e Porto Alegre.

A gente já adianta: não temos uma resposta clara para esta pergunta. E tampouco é fácil respondê-la de maneira resumida. É sempre preciso levar em consideração as particularidades. Cada paciente é único sempre. Se o seu amigo teve um tratamento por dois anos, saiba que no seu quadro, esse período pode ser bem diferente.

Quer saber por quê? No artigo de hoje, a gente esclarece tudo sobre a duração do tratamento ortodôntico! 

Você vai ver neste artigo:

            – Quais são as etapas do tratamento ortodôntico?

            – Quanto tempo demora para alinhar os dentes?

            – Quando o aparelho começa a fazer efeito?

            – O paciente influencia nos resultados do tratamento ortodôntico

            – É possível acelerar o tratamento ortodôntico?

            – 4 coisas que você não sabia sobre aparelhos ortodônticos

            – 4 mitos sobre aparelhos ortodônticos

 

Quais são as etapas do tratamento ortodôntico?

Você já sabe que cada tratamento é planejado sobretudo de acordo com as especificidades de cada paciente. Enquanto uns têm dentes apinhados (ou popularmente “acavalados”), outros apresentam problemas nas arcadas, por exemplo.

Então significa que o ortodontista não vai saber dizer por quanto tempo você usará aparelho? Uma resposta precisa não é possível. Mas o paciente pode ficar tranquilo, porque é sempre possível prever a duração do tratamento por estimativa.

É claro que se trata apenas de uma projeção. O tempo pode diminuir ou aumentar. Tudo vai depender de como transcorrem as etapas.

Isso porque seja qual for a necessidade, o tratamento ortodôntico é composto por fases. Todas são extremamente importantes para os resultados finais que se pretende atingir.

E é justamente a soma de todas elas que irá determinar o tempo total do tratamento. Vamos entender melhor? Confira!

 1)   Diagnóstico e planejamento

Esta é a etapa inicial (e ao mesmo tempo crucial). É o primeiro contato entre o paciente e o ortodontista. Nesta fase, são solicitados os exames clínicos iniciais, além de serem feitas as avaliações a partir de Raio-X e fotografias. A partir de todos estes documentos, o ortodontista planeja o tratamento, o explica ao paciente e então as etapas seguintes são esquematizadas.

2)   Instalação do aparelho ortodôntico

Este é o momento no qual o profissional dentista prepara a instalação do aparelho adequado ao caso em questão. Nesta consulta, o paciente esclarece suas dúvidas e principalmente recebe as orientações sobre a higienização do seu aparelho – outro ponto fundamental para o sucesso dos resultados.

3)   Alinhamento dos dentes

Nesta terceira fase, a prioridade é garantir o nivelamento dos dentes, ainda que para isso uma eventual extração seja requerida. Para isso, é feita a correção de qualquer desalinhamento, de modo a corrigir fatores como espaçamento, inclinação e giro.

4)   Correção da mordida

Parte importantíssima do tratamento e geralmente a que leva mais tempo, a correção da mordida e o encaixe dos dentes são a prioridade.  O objetivo é corrigir desvios e primordialmente solucionar as questões de fechamento de mordida.

5)   Finalização ortodôntica

Quando o paciente chega a esta etapa, significa que já é possível avistar a reta final do tratamento. O ortodontista avalia e refina o posicionamento dos dentes. Com muita precisão, ele atua para o aparelho fazer movimentações mais delicadas, apenas para aperfeiçoar a mordida o formato dos dentes.

6)   Contenção

A última etapa consiste na retirada do aparelho. O ortodontista então instala a contenção, que são partes fixas na arcada inferior e removíveis na superior.

Como aqui é ainda mais importante a cooperação do paciente com o tratamento em casa, não pense que as consultas acabaram.

As visitas periódicas ao consultório deverão permanecer, com intervalos maiores, apenas para que se garanta que não houve movimentações.

Apesar de termos destacado seis etapas, lembre-se de que cada uma delas tem seu período. Enquanto umas são mais rápidas, a exemplo do diagnóstico e planejamento, outras levas longos meses.

Por estas razões, a dica é não se precipitar e ter calma. O sorriso de cinema só virá a partir de dedicação, assiduidade nas consultas, boa higienização e comprometimento.

Em média, quanto tempo demora para alinhar os dentes?

Entendidas as etapas que explicamos, a gente pode contar para você que, em média, os tratamentos com aparelhos fixos convencionais levam de 12 a 24 meses, em média, sempre dependendo do grau de complexidade.

Mas tenha em mente que isso não é uma regra, conforme o que dissemos no começo deste artigo.

A idade do paciente, a gravidade da má oclusão, a necessidade de extração dentária: tudo isso influencia e são apenas alguns dos fatores a serem observados. Além disso, a cooperação do paciente e seu comprometimento ajudam bastante no atingimento dos objetivos.

Quando o aparelho ortodôntico começa a fazer efeito?

Tão logo o aparelho seja instalado, ele já começa a fazer efeito a realizar as mudanças, ainda que sutis. A cada ida ao consultório para as manutenções, o aparelho é “apertado” para que siga cumprindo seu papel, etapa por etapa.

O paciente tem influência nos resultados do seu tratamento ortodôntico

Fazemos questão de ressaltar este ponto, porque com frequência lidamos com pacientes nem tão cooperativos em casa. Seguir as orientações do ortodontista é fundamental!

Imagine que as consultas de manutenção ocorrem de mês em mês. O cuidado diário cabe a cada pessoa que em casa deve cuidar muito bem do seu sorriso.

É possível acelerar o tratamento ortodôntico?

Pergunte a quem usou aparelho ortodôntico há algum tempo. Hoje em dia, felizmente, a tecnologia só contribui. Os aparelhos ortodônticos estão muito mais eficazes e ágeis.

Além disso, a ortodontia está constantemente estudando novas formas de aceleração dos tratamentos.

Mas enquanto não conseguimos um aparelho que alinhe o sorriso “a jato”, também é possível adicionar alguns cuidados em casa, como não consumir alimentos duros e ficar longe de balas e chicletes.

Qualquer dano ao aparelho já é motivo para atrasar o fim do seu tratamento.

4 coisas que você precisa saber sobre aparelhos ortodônticos

  • Os dentes podem voltar a entortar, caso não sejam seguidas as orientações dos ortodontistas depois do tratamento ortodôntico
  • Colocar aparelho nos dentes não dói! Pode haver desconforto após as manutenções mensais, mas nada insuportável. O bom é que o desconforto significa que está tudo indo para o lugar, conforme previsto.
  • Se você não gosta da ideia de usar aparelho metálico, pode contar com o modelo estético, após avaliação do ortodontista.
  • O tratamento ortodôntico corrige não apenas dentes desalinhados, mas questões que afetam fala e mastigação.

 4 mitos sobre aparelho ortodôntico

  • “Aparelho estético é menos eficiente”. Mito! Ele é tão eficiente quando os aparelhos metálicos.
  • “Quem usa aparelho dentário não pode comer pipoca”. Mito! É possível comer pipoca, desde que com cuidado, porque morder o milho pode danificar dentes e aparelho!
  • “A cola dos bráquetes mancha os dentes”. Mito! A “cola” na verdade é uma resina especial para tratamentos ortodônticos. A falta de escovação e uma higienização deficitária são fatores que tendem a manchar os dentes.
  • “Quando mais apertado o aparelho, mais eficaz”. Mito! Força demais nada tem a ver com eficácia.

 Em resumo…

  • As etapas de um tratamento ortodôntico são diversas, desde o diagnóstico e instalação à contenção.
  • A eficácia do tratamento depende também da cooperação do paciente.
  • A periodicidade das manutenções mensais no consultório do ortodontista faz toda a diferença.
  • A duração do tratamento ortodôntico varia de acordo com cada paciente e suas complexidades. Em média, no entanto, varia de 12 a 24 meses.
  • O aparelho já começa a fazer efeito assim que instalado.
  • Se você mora em Canoas ou Porto Alegre, agende agora sua avaliação periódica na Clinodente mais próxima. Agende pelo WhatsApp: (51) 99144-5070. Previna-se! Saúde bucal em dia é sinônimo de qualidade de vida!

 #VemParaAClinodente!

Pare de adiar seu tratamento! A Clinodente conta com uma equipe de ortodontistas à sua espera para uma avaliação sem compromisso. Estamos em Canoas e Porto Alegre. E aí, vamos conversar? Nosso telefone é (51) 3061-3625. Se preferir, chama a gente no WhatsApp: (51) 99144-5070. Esperamos por você!

quanto-tempo-dura-o-tratamento-ortodôntico
Preencha seus dados e prossiga x