Sintomas e cura da doença periodontal

Atendimento por Whatsapp

A doença periodontal afeta desde a gengiva até o osso que serve de base ao dente. Ela é um problema complicado porque, na maioria dos casos, não apresenta dor. Assim, o paciente não descobre a doença e a situação se prolonga até que a gengiva e o osso estejam gravemente comprometidos.

O que acontece é uma infecção por bactérias. Ela tem início quando se forma uma placa bacteriana, que é incolor e cobre os dentes. Quando essa placa nao é removida pela escovação e fio dental, se forma o tártaro, uma superfície áspera que causa o aumento da placa.

As causas dessa situação são a falta de higiene adequada ou outras questões como fumo, diabetes, estresse e artrites reumatoides.

As fases da doença periodontal

Assim surge a doença periodontal, que possui três estágios — do menos ao mais grave:

Gengivite

É o primeiro estágio da doença. É a inflamação da gengiva que se manifesta com vermelhidão, inchaço e/ou sangramento durante a escovação ou uso do fio dental. Nessa fase, a doença costuma ser reversível, porque ainda não afetou o osso.

Periodontite

Aqui, o osso que oferece sustentação ao dente está danificado de modo irreversível. A gengiva produz uma bolsa abaixo da margem gengival, onde cresce a placa.

Periodontite avançada

É a fase mais avançada. Nela, as fibras e o osso dos dentes estão muito comprometidos, podendo ficar moles, o que afeta a mordida e a forma como a pessoa se comunica e se alimenta.

E quais os sinais da doença?

Apesar de não haver dor, alguns sinais podem indicar que você deve prestar atenção a sua saúde bucal. Observe se você possui algum deles:

● Mau hálito;

● Gengiva inchada ou sensível;

● Dor ao mastigar;

● Pus ou secreções;

● Sangramento ao escovar os dentes ou passar fio dental;

● Movimento da dentição ao fechar a boca;

● Retração gengival.

Como curar a doença periodontal?

Se você notar algum desses sintomas, é hora de marcar uma consulta e investigar. E não se desespere: caso você esteja com uma doença periodontal, pode tratar.

Através de um exame clínico, o profissional dentista irá examinar suas gengivas. Caso haja sinal de doença periodontal, ele utilizará uma sonda para medir a profundidade dos espaços existentes entre os dentes e a gengivas.

Se a situação estiver em estágio avançado, será feita uma raspagem e alisamento radicular para tratar as bolsas periodontais infectadas e a diminuir a inflamação gengival. Com um ultrassom, a placa, o tártaro e restos de alimento serão removidos. Nos casos mais graves, poderá ser necessário uma cirurgia periodontal que reduzirá as bolsas e, dependendo do caso, feito um enxerto ósseo para restaurar o osso perdido.

Não deixe para depois. As doenças periodontais são muito comumente associadas à perda dos dentes em adultos. Se você notar qualquer sinal indicativo desse quadro, entre em contato com nossa equipe e marque uma consulta para avaliarmos se você possui a doença, em que estágio ela está e como será feito o tratamento.

Preencha seus dados e prossiga x