Verdades e mitos sobre os dentes do Siso

Atendimento por Whatsapp

Todos já ouviram falar sobre ele. O siso, também chamado de terceiro molar ou “dente do juízo”, nasce, na maioria das vezes, entre os 17 e os 25 anos.

Salvo exceções, a maioria de nós apresenta quatro deles: dois superiores – um direito e um esquerdo – e dois inferiores, também direito e esquerdo. Pode haver ausência de um, dois ou até de todos os sisos.

Há uma série de mitos e verdades envolvendo esses dentes e, por isso, preparamos esse texto para esclarecer alguns.

Todas as pessoas têm dentes do siso

É um mito. Algumas pessoas podem sim nascer sem o dente do siso. Em outras situações, ele pode até estar ali, mas isso não significa que sua erupção vá ocorrer.

Todo mundo precisa tirá-lo

Também é mito. A maioria dos pacientes não apresenta espaço suficiente para uma adequada erupção destes dentes. Nas situações em que o siso consegue erupcionar, geralmente está fora de posição ou nasce parcialmente. Esta situação leva a um quadro de cárie dental, doença periodontal ou infecção.

As dores provocadas por esses quadros podem ser bastante fortes, o que exige atendimento profissional para a remoção do dente.

Os sisos que não possuem apoio nos dentes da arcada oposta a ele podem crescer e se afastar dos dentes vizinhos, podendo ocasionar cáries e problemas periodontais, porque facilitam a retenção de alimentos. Além disso, também devem ser removidos para evitar um problema maior.

Contudo, caso haja espaço para o siso nascer sem prejudicar o alinhamento dos outros dentes, não há necessidade de ser extraído.

É possível saber de sua existência mesmo antes de ele nascer

Aqui temos uma verdade. É possível inclusive saber quantos serão, se causarão algum problema ou se poderão permanecer na boca. Para isso, o paciente precisa procurar o dentista, onde será realizará exames radiológicos a fim de diagnosticar a presença.

É importante que o diagnóstico seja precoce e que o estudo da remoção seja o quanto antes. A idade ideal para essa avaliação é a partir de 16 ou 17 anos, já que o aumento natural da dureza do osso vem com o decorrer da idade e características anatômicas da formação do dente.

O siso desalinha os demais

Sim, é verdade! Se não houver espaço o bastante na boca, pode acontecer, já que o siso empurra os demais dentes e prejudica a mordida e a estética do paciente. 

Ele deve ser removido na adolescência

É mito! A idade de remoção depende muito da forma e da posição dos dentes. Claro, ela é mais comum na adolescência, mas é preciso avaliar cada caso individualmente.

A extração é mais fácil em pacientes jovens

Sim, verdade. Os sisos são mais fáceis de serem removidos quando a pessoa é mais jovem, já que as suas raízes não estão totalmente formadas, o tecido em torno do dente é mais macio e há menor chance de danos aos nervos presentes na área.

Dentista fêmea que verifica os dentes pacientes com cintas no escritório da clínica dental. Foto Premium

Ficou com dúvidas sobre os seus sisos? Marque uma consulta para avaliar o seu caso!

Preencha seus dados e prossiga x